Nova Lei de Mudanças Climáticas em França

A nova lei francesa de combate às mudanças climáticas vem alterar, de forma considerável, as condições das transportadoras em território francês. As medidas divulgadas são irrealistas tendo por base o atual cenário, no que respeita ao transporte de mercadorias, em França.

Em suma, as principais medidas que afetam as transportadoras são as seguintes:

  • Proibição de circulação de veículos de transporte de mercadorias movidos a combustíveis fosseis nas áreas metropolitanas de cidades com mais de 150.000 habitantes a 31 de dezembro de 2024. Em apenas 3 anos os veículos a diesel ou a gasolina não poderão andar livremente, apesar da oferta de veículos não-poluentes ser ainda limitada.
  • Eliminação do reembolso parcial do imposto sobre combustíveis (diesel profissional) a dia 1 de janeiro de 2030
  • Possibilidade de diferenciar os preços das portagens de acordo com o tipo de motorização ou emissão de gás carbónico, também a partir de 1 de janeiro de 2030. 
  • Possibilidade de os governos regionais implementarem uma “eco-taxa” sobre os camiões a partir de 2024 para uso das rodovias nacionais francesas.

Esta nova lei apresenta uma série de obstáculos às transportadoras e obriga a uma adaptação demasiado rígida e rápida por parte de um setor que tem ainda opções limitadas.