Foi renovado o Estado de Calamidade em Portugal.

Das 00h00 de 15 de maio às 23h59 do dia 30 de maio o território nacional continental encontra-se num novo Estado de Calamidade.
Foi assim determinado que ao município de Resende e à freguesia de São Teotónio, no município de Odemira, se aplicam as medidas referentes à 2.ª fase de desconfinamento (nível 3) e que aos municípios de Arganil e Lamego são aplicadas as medidas correspondentes à 3.ª fase de desconfinamento (nível 2).

A todos os restantes municípios do território nacional continental aplicam -se as regras do nível 1, correspondentes à 4.ª fase de desconfinamento, nomeadamente aos municípios de Carregal do Sal, Cabeceiras de Basto e Paredes, bem como à freguesia de Longueira/Almograve, no município de Odemira, que avançam no plano de desconfinamento. Relativamente às medidas a vigorar na próxima quinzena para a generalidade do território nacional continental, elas correspondem, no essencial, às que vigoram desde 1 de maio, com pequenas alterações.

São ainda alteradas as medidas aplicáveis aos aeroportos, fronteiras terrestres, marítimas e fluviais, ficando excecionados da suspensão de tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal continental os voos de e para o Reino Unido.

Consulte já as alterações